Há pouco mais de um mês no comando do Milan, Clarence Seedorf vai aos poucos identificando e aplicando seu jeito de trabalhar no clube italiano. Desde que abandonou a carreira de jogador, para trabalhar como comandante do clube rubro-negro, o ex-botafoguense vem implementando detalhes diferentes e curiosos, buscando melhorar os resultados dentro de campo.

Segundo o jornal italiano “La Gazzetta dello Sport”, alguns desses novos mandamentos se tratam, entre outras coisas, de vídeos motivacionais, com direito a música incidental de Guns N’ Roses, Macklemore e Ryan Lewis, aparentemente os preferidos do holandês.

No Botafogo, os pagodes no vestiário, tão comuns no futebol brasileiro, não eram aprovados por Seedorf, que buscava mudar a cultura do elenco. Ele acreditava que o ritmo não favorecia a concentração dos atletas minutos antes de entrar em campo.

O comandante também se preocupa muito com o lado emocional. Além de conversas diárias para uma maior compreensão das necessidades dos atletas, ele também adotou o “abraço coletivo” no vestiário para dar unidade ao grupo. E isso ocorreu desde a sua estreia, no dia 19 de janeiro, na vitória por 1 a 0 frente ao Verona.

Outra mudança com a chegada do ex-camisa 10 foram os horários dos treinamentos. Para melhorar a recuperação e dedicação dos jogadores, Seedorf passou a realizar as atividades no período da tarde. Apesar de ser apenas um iniciante na função de treinador, Seedorf mais uma vez se mostra diferenciado.

Sem mais artigos