A seleção brasileira suou para vencer a Bósnia e Herzegóvina nesta terça-feira (28), no primeiro amistoso da equipe de Mano Menezes em 2012. Jogando na Suíça, o Brasil conseguiu a vitória apenas aos 45 minutos do segundo tempo, quando um gol contra do zagueiro Papac deu a vitória por 2 a 1.

O primeiro tempo começou agitado e o Brasil parecia que iria tomar conta do jogo. Tanto que logo aos três minutos, Daniel Alves fez grande jogada, se livrou da marcação e tocou para Marcelo. O lateral do Real Madrid chegou batendo de primeira, a bola tocou na trave e entrou.

A equipe da Bósnia chegou ao empate pouco depois. Aos 12, Dzeko roubou a bola no ataque e tocou para Ibsevic. Ele avançou sem marcação e chutou rasteiro da entrada da área. Mesmo sem muita força, a bola passou por Julio Cesar e morreu no fundo do gol.

Ainda no primeiro tempo, o Brasil quase voltou a ficar à frente no marcador. Damião recebeu cara a cara com Begovic, mas o goleiro conseguiu o toque. No rebote, Hernanes quase consegue fazer o segundo.

Na segunda etapa, Mano Menezes passou a fazer alterações, e o Brasil melhorou com a entrada de Paulo Henrique Ganso no lugar do apagado Ronaldinho. Neymar apareceu para o jogo e criou boas jogadas com seu companheiro de Santos.

Mesmo melhor em campo, o Brasil teve poucas chances claras e conseguiu o gol da vitória apenas aos 45 do segundo tempo, quando Hulk fez a jogada pela esquerda e cruzou. Na tentativa de tirar a bola, o zagueiro Papac empurrou para o fundo da própria meta e decretou a vitória suada da equipe de Mano Menezes no primeiro amistoso do ano.

Com gol contra aos 45, Brasil bate Bósnia por 2 a 1 no primeiro amistoso do ano

Sem mais artigos