Um clube de bairro da cidade de Buenos Aires, capital da Argentina, resolveu fazer uma homenagem aos grandes jogadores da história do futebol local. Inspirado na pintura “A Criação do Homem”, feita por Michelangelo no teto da Capela Sistina, no Vaticano, o Barracas Sportivo Pereyra transformou Diego Maradona, chamado de Diós pelos argentinos, no Criador. Já Lionel Messi virou Adão, o primeiro homem da Terra segundo o Velho Testamento da Bíblia.

Os dois ídolos do futebol argentino aparecem vestidos com a camisa da seleção, um de frente para o outro, na clássica cena em que o Criador toca o dedo em Adão.

Além de Messi e Maradona, outros craques do futebol argentino também aparecem na reprodução da Sistina: Mario Kempes, Kun Agüero, Riquelme, Batistuta, Bochini e Ortega tiveram seus rostos pintados por cima das demais figuras, todas elas colocadas ao lado de Diego Maradona.

Sem mais artigos