O que era para ser um jogo histórico terminou com uma goleada acachapante. Na sua estreia oficial em uma competição europeia, a seleção de Gibraltar foi goleada no último domingo (07) por 7 a 0 pela Polônia, em Algarve, pelas eliminatórias da Eurocopa de 2016. O resultado, apesar de elástico e sofrido em casa, pode ser explicado na composição do time debutante, que contou com nove jogadores amadores entre os 11 titulares.

O lateral direito Wiseman e o meia Walker eram os únicos profissionais de futebol em campo, enquanto que o resto do time trabalha em setores de atividades distintos, indo de bombeiro a agente de transporte. Policial, agente ferroviário, alfandegário, secretário de administração, eletricista e funcionário de uma loja de departamento são os demais cargos ocupados pelos titulares da seleção de Gibraltar.

Confira as ocupações dos 11 titulares de Gibraltar contra a Polônia:

Jordan Perez (goleiro): Bombeiro
Wiseman (lateral direito): Jogador profissional
Roy Chipolina (zagueiro): Alfandegário
Artell (zagueiro): Agente ferroviário
Joseph Chipolina (lateral esquerdo): Secretário de administração
Ryan Casciaro (volante): Policial
Bado (Volante): Funcionário de uma loja de departamento
Brian Perez (meia): Eletricista
Walker (meia): Jogador profissional
Lee Casciaro (meia): Policial
Kyle Casciaro (atacante): Agente de transporte

Lanterna do Grupo D, a seleção de Gibraltar divide a chave com Polônia, Alemanha, Irlanda, Escócia e Geórgia. Ainda sem pontuar, a equipe semiamadora volta a campo no sábado (11), às 15h45 (horário de Brasília), para enfrentar os irlandeses, fora de casa.

Não se trata de um caso isolado

Apesar de ser estranho, ter amadores em uma seleção principal não é um caso isolado. A equipe de futebol do Taiti disputou a Copa das Confederações de 2013, no Brasil, com apenas um profissional: o atacante Marama Vahirua.

Na oportunidade, o selecionado era composto por professores, estudantes e alguns jogadores desempregados.

Veja abaixo as profissões de todos os jogadores do Taiti que disputaram a Copa das Confederações de 2013:

Xavier Samin (goleiro): professor de futebol
Mikaël Roche (goleiro): professor
Gilbert Meriel (goleiro): contador
Teheivarii Ludivion (zagueiro): alpinista
Nicolas Vallar (zagueiro): desempregado
Tamatoa Wagemann (zagueiro): personal trainer
Edson Lemaire (lateral): desempregado
Yannick Vero (lateral): entregador
S. Faatiarau (lateral): desempregado
Vincent Simon (lateral): desempregado
Rainui Aroita (volante): estudante
Ricky Aitamai (volante): estudante
H. Bourebare (volante): desempregado
Henri Carione (volante): entregador
Jonathan Tehau (meia): entregador
Lorenzo Tehau (meia): desempregado
Stanley Atani (meia): desempregado
Marama Vahirua (atacante): jogador de futebol profissional
Steevy C. Hue (atacante): vendedor de celulares
Teaonui Tehau (atacante): desempregado
Samuel Hnanyine (atacante): entregador
Yoann Tihoni (atacante): estudante
Alvin Tehau (atacante): desempregado

 

Sem mais artigos