Titular absoluto da defesa do Bayern de Munique desde que deixou o Borussia Mönchengladbach, em 2012, o zagueiro Dante, presença constante nas convocações de Luiz Felipe Scolari para a Seleção Brasileira, lançará nesta sexta-feira (09) sua autobiografia. Com prefácio do técnico Jupp Heynckes, ex-treinador do baiano na equipe bávara, o livro Ich, Dante (Eu, Dante) retrata as fases da carreira do jogador em uma série de fotografias e histórias.

Vencedor da primeira e única tríplice coroa da história do Bayern de Munique, em 2013, Heynckes é só elogios ao zagueiro Dante. “No campo ele é alemão, do lado de fora do estádio,  ele é brasileiro”, disse o treinador.

Aos 30 anos de idade, Dante, que conquistou o título da Copa das Confederações com a Seleção Brasileira no ano passado, está muito próximo de disputar uma Copa do Mundo em seu país (convocação final sai nesta quarta, 07). Sobre sua história, o zagueiro garante que vale a pena acompanhar do início ao fim.

“Todo mundo que conheço está interessado na minha história. Eles perguntam como eu nunca desisti do meu sonho de jogar pela Seleção, para jogar por um grande clube. É incomum para um jogador chegar a este nível em tal idade e minha história pode ser uma inspiração para os fãs e para todos em geral. Se você tem um sonho, não desista, não desista nunca e persegue este sonho porque ele pode realmente acontecer quando se trabalha forte e tem muita fé. Além disso, o livro traz algumas idéias da minha infância, como eu fui criado em Salvador, assim como algumas histórias interessantes da minha vida. É um livro de leitura fácil e eu tenho certeza que as pessoas vão gostar”, disse o zagueiro.

O livro ‘Ich, Dante’ (Eu, Dante) vai sair primeiro na Alemanha e depois será publicado em outros idiomas.

Sem mais artigos