Ele estava com sangue nos olhos. Após ter ficado com a prata no Mundial de 2009, em Roma, Felipe França queria mais neste ano, em Xangai. Largando na raia 5, ao lado do sul-africano Cameron Van Der Burgh, seu maior rival, o brasileiro parecia concentradíssimo para a final dos 50m peito desta quarta-feira (27).

Em uma prova absolutamente rápida e disputada do começo ao fim, Felipe França foi o primeiro nadador a tocar a parede do outro lado da piscina, com tempo de 27s01. Van Der Burgh, que havia ficado com o ouro em 2009, sequer conseguiu a prata na China. Ele cravou 27s19 e ficou com o bronze, também atrás do italiano Fabio Scozzoli.

Após ver seu nome em primeiro no placar, o brasileiro esbravejou. Levantou os braços para o céu e passou a dar socos na água com a mão esquerda vibrando muito.

Este foi o terceiro ouro conquistado pelo Brasil no Mundial de Xangai. Antes de Felipe França,  Ana Marcela, na maratona aquática de 25km, e Cesar Cielo, nos 50m borboleta, também subiram no ponto mais alto do pódio.

Sem mais artigos