Derrotado pelo modesto Granada no último fim de semana e com clima conturbado nos bastidores, o Real Madrid enfrentará o Sevilla neste sábado, pela 22ª rodada do Campeonato Espanhol, e buscará uma vitória que amenize a crise e levante o moral visando o jogo contra o Manchester United, na próxima quarta-feira.

A briga pelo título já foi deixada de lado pelo Real, que está a 16 pontos do líder e rival Barcelona depois do 1 a 0 sofrido no último sábado. No entanto, os três pontos são importantes para o psicológico do grupo, que na quarta encara os Diabos Vermelhos na partida de ida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, também no Bernabéu.

O último capítulo do suposto racha no elenco aconteceu nesta quinta-feira. Cristiano Ronaldo fez críticas à jornalista Sara Carbonero, namorada do goleiro Iker Casillas, pela divulgação de assuntos que, para o craque português, são internos.

Além de Casillas, que é um desfalque mais sério e só voltará aos gramados em dois meses, o técnico José Mourinho não poderá contar com o zagueiro Raphael Varane e com o volante Xabi Alonso, também machucados. Por outro lado, o também zagueiro Pepe, que não participou do amistoso de Portugal contra o Equador na última quarta, pode voltar à equipe madrilenha.

Com apenas uma vitória fora de casa em todo o campeonato, o Sevilla é o 11º colocado, longe da zona de rebaixamento, mas também da briga por vagas nas competições continentais.

No duelo em Madri, o técnico Unai Emery não terá à disposição o lateral brasileiro Cicinho, ex-Palmeiras, que sofreu uma entorse no joelho direito.

Líder tranquilo do Espanhol, com nove pontos de vantagem para o segundo colocado, o Atlético de Madrid, o Barcelona estreará no mata-mata da Champions na outra semana.

Assim como o Real, a equipe do técnico Tito Vilanova também não venceu seu último, ficando no empate com o Valencia. O reencontro com a vitória pode acontecer no domingo, quando o Barça jogará pela primeira vez no horário das 12h, voltado para o mercado asiático. O adversário será o Getafe, no Camp Nou.

O único desfalque de Vilanova será o meia Xavi Hernández, machucado. Por outro lado, o treinador contará com alguns atletas com motivação extra: Pedro, com dois gols, e Cesc Fàbregas, com um, garantiram a vitória da Espanha no amistoso contra o Uruguai.

O Atlético de Madrid, segundo colocado, visitará o Rayo Vallecano sem o atacante Diego Costa no grupo. Autor do gol do triunfo por 1 a 0 sobre o Bétis no último domingo, o brasileiro está suspenso.

Em compensação, o craque do time, o atacante Radamel Falcao, ficou no banco no amistoso entre Colômbia e Guatemala e por isso chega mais descansado para a partida.
Quarto colocado, o Málaga visitará o Levante, enquanto o Bétis, quinto, fechará a rodada na segunda-feira, em casa, contra a Real Sociedad.

Sem mais artigos