O tenista brasileiro Marcos Daniel decretou, nesta quinta-feira, sua aposentadoria das quadras. A decisão foi maturada após a séria lesão no ombro direito que sofreu em janeiro, na Austrália, que o deixou, no seu modo de ver, sem condições de atuar em alto nível.

“A lesão foi bem decisiva”, afirmou o gaúcho, que é o 147º colocado do ranking mundial. Ele acabou de disputar o ATP 250 de Estoril, em Portugal, e perdeu a chance de ser rival de Thomaz Bellucci ao perder para o francês Edouard Roger-Vasselin na última terça.

Como lesão, entenda-se o plural. Ele teve uma bursite, fratura por estresse na clavícula e ruptura parcial do tendão do ombro direito. Com isso, ele sofre para fazer movimentos básicos, como o saque, por exemplo, e foi eliminado na estreia em Challengers, em Blumenau e Santos, e em Portugal.

Desta maneira, fica cancelado o sonho de disputar os Jogos Olímpicos de Londres, no ano que vem. A decisão deve ser oficializada em coletiva a ser realizada na próxima semana.

Sem mais artigos