O lateral esquerdo Cortez não é mais jogador do Benfica. Pouco utilizado pelo treinador Jorge Jesus, o jogador, que tem vínculo com o São Paulo até 2016, não quis esperar o fim da temporada europeia, quando encerrava seu empréstimo, e rescindiu com o clube.

Para o jogador, suas caractéristicas não se encaixaram no estilo de jogo do ex-treinador. “O Jesus atua com laterais quase que exclusivamente defensivos, então estava difícil buscar espaço entre os titulares. É uma maneira de jogar que não estou acostumado. Cheguei à Seleção Brasileira pelo meu diferencial de apoiar bem o ataque. Ao lado de meus empresários e dos dirigentes do Benfica, decidimos em conjunto pela rescisão”, explicou o atleta.

No Benfica, Cortez atuou em seis partidas, todas pelo Campeonato Português, e não marcou nenhum gol. Agora o jogador procura um clube para trabalhar, já que o técnico Muricy Ramalho não pretende contar com o seu futebol no São Paulo. “Ainda não sei onde vou jogar neste ano. Recebi muitas sondagens de clubes do Brasil e do exterior. Meus empresários estão definindo o melhor para minha carreira. Comentei com eles que gostaria de voltar ao futebol brasileiro para ficar perto de meus familiares e também por acreditar que é o lugar ideal para mostrar tudo o que sei. Estou certo de que o melhor acontecerá e de que vou voltar a dar o que falar em 2014”, declarou o lateral.

Cortez era do Botafogo quando foi contratado pelo tricolor paulista por aproximadamente R$ 6 milhões, em dezembro de 2011. O Vasco da Gama, que disputará o Campeonato Brasileiro da Série B em 2014, surge como possível destino do atleta.

Sem mais artigos