Aos 38 anos, David Beckham anunciou nesta quinta-feira (16) o fim de sua carreira como jogador de futebol, encerrando uma trajetória de estrela dentro das quatro linhas, que deu ao inglês o status de ícone do mundo da moda e da publicidade.

O meia, contratado em janeiro pelo Paris Saint-Germain, estreou profissionalmente no Manchester United em 1995, comandado pelo lendário Alex Ferguson. Em 2003, se transferiu para o Real Madrid, para quatro anos depois, cruzar o Oceano Atlântico para atuar no Los Angeles Galaxy. Por duas vezes, foi emprestado pelo clube americano ao Milan.

Ex-capitão da seleção inglesa, o craque conquistou em seu último ato o título do Campeonato Francês, o 19º da carreira – além disso, venceu dois torneios amistosos com o English Team. Apenas com a camisa do Milan não levantou troféu, em suas curtas passagens.

Nas duas décadas em que desfilou talento nos gramados do mundo, Becks também cultivou bem sua imagem, uma das mais valorizadas do mundo esportivo.

Seu casamento com Victoria Adams, ex-integrante das Spice Girls, em 1999, contribuiu ainda mais para que tivesse o status de celebridade internacional. Assim, seus passes e cobranças de faltas precisas passaram a ser tão valorizados quanto as aparições públicas e anúncios publicitários que participava.

Do casamento entre Beckham e Victoria nasceram quatro filhos: Brooklyn Joseph (com 14 anos), Romeo James (com 11), Cruz David (com 8) e Harper Seven (com 2).

Desde o início de sua relação com a ex-Spice Girl, o jogador ganhou tanto destaque que se tornou astro longe de seu país, nos Estados Unidos e Ásia. Tanto é que se tornou inspiração em um filme britânico, Driblando o Destino, em que uma jovem indiana tenta se tornar jogadora de futebol.

Filho de um instalador de gás e uma cabeleireira, David Robert Joseph Beckham nasceu em 2 de maio de 1975, em Londres, tendo passado tod a infância no bairro de Lytonstone, no subúrbio da capital britânica.

Ainda com 10 anos começou a jogar futebol no Ridgeway Rovers, e passou pelo Essex School entre 1988 a 1991, quando se tornou atleta do Manchester United, após ser rejeitado em testes no modesto Leyton Orient (hoje na terceira divisão) e no Tottenham.

O inglês se profissionalizou em 1993, mas só estreou no Campeonato Inglês dois anos depois, em um jogo dos Diabos Vermelhos contra o Leeds United. Esta primeira temporada, Beckham terminou emprestado ao Presto North End, que atuava na terceira divisão.

No retorno ao Manchester United, Alex Ferguson começou a contar com o meia, e também com outros integrantes de uma das mais vencedoras gerações da história do clube: Gary e Phil Neville, Paul Scholes e Nicky Butt.

Becks estreou na seleção inglesa no dia 1º de setembro de 1996, em jogo contra a Moldávia, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo da França. Seu último jogo aconteceu 13 anos depois, em partida contra Belarus, a sua 115ª. O craque foi capitão do English Team entre 2000 e 2006.

Seu último clube na carreira é o Paris Saint-Germain, do qual se despedirá nas duas últimas rodadas do Campeonato Francês.

Após ser anunciado como jogador do clube da capital francesa, no dia 31 de janeiro, o inglês anunciou que doaria seu salário – estimado em 500 mil euros – para um hospital infantil.

Sem mais artigos