Eleito o melhor jogador da final da Copa do Brasil, conquistada pelo Flamengo na noite da última quarta-feira (27), após a vitória por 2 a 0 diante do Atlético-PR, no Maracanã, o volante Luiz Antônio festejou a conquista rubro-negra juntamente com sua ascensão no time comandado por Jayme de Almeida. Revelado pelas categorias de base do clube, o jogador chegou na Gávea em 2003, liderou a equipe no título da Copa São Paulo de 2011 e este ano foi um dos protagonistas de retorno flamenguista à Libertadores.

“Estou desde pequeno no Flamengo, foram 11 anos tentando chegar ao profissional, e agora realizando o sonho. Vai ficar marcado na carreira. Estou muito feliz em poder ter conquistado este título e ter dado alegria a essa torcida maravilhosa,” comemorou Luiz, vibrando com seu primeiro título como profissional da equipe carioca.

Para chegar ao tricampeonato da Copa do Brasil, o Flamengo venceu rivais como Cruzeiro, atual campeão brasileiro, Botafogo e Goiás, que brigam por uma vaga na Libertadores, além do próprio Atlético-PR, que deverá disputar a competição continental em 2014 por ser o atual vice-líder do Brasileirão.

Aos 22 anos de idade, Luiz Antônio se encaixou no esquema tático de Jayme e não demorou para se entrosar com Elias, autor do primeiro gol do segundo jogo da final. Responsável pela assistência do segundo tento, marcado por Hernane, o volante se diz alivia e tranquilo por ter optado pelo passe e não pela finalização ao gol.

“Graças a Deus consegui fazer uma bela jogada. Podia chutar, mas preferi tocar, e o Hernane liquidou a partida. É meu primeiro titulo pelo Flamengo, estou muito feliz, agora é só comemorar,” finalizou o jovem.

Com o objetivo da temporada alcançado, o Flamengo deverá mandar a Salvador um time formado por jogadores reservas para a partida contra o Vitória, domingo, às 17h, no Barradão. Décimo primeiro colocado do Brasileirão com 48 pontos, o time carioca não tem mais riscos de rebaixamento e, por isso, Luiz Antônio e os demais titulares terão as férias antecipadas.

Sem mais artigos