Segundo informações divulgadas pela rádio espanhola Cadena Cope, o atacante Cristiano Ronaldo teria se envolvido em uma confusão com a polícia de Madrid na noite do último sábado (04), juntamente com sua namorada Irina Shayk, e teria ficado retido pelos policiais locais.

Após jantar em um restaurante na capital espanhola, o português e a modelo russa tentaram escapar de uma blitz policial na praça Cuzco, por estarem sem documento, mas foram parados pelas autoridades após uma manobra perigosa. Um dos agentes, inclusive, teria batido com força na parte de trás do carro de Cristiano Ronaldo que, bastante irritado, teria descido do veículo para tirar satisfações.

Como se não bastassem os problemas com a polícia no momento da blitz, Cristiano Ronaldo ainda foi provocado por torcedores do rival Atlético de Madrid quando aguardava no local. Um dos fanáticos, mais exaltado, foi detido pela polícia por conta das ofensas.

O atacante do Real Madrid, que horas antes da abordagem tinha ajudado o time espanhol a vencer o Valladolid por 4 a 3, em casa, foi liberado para ir para casa após a documentação chegar ao local.

Sem mais artigos