A notícia de que Lyoto Machida se recusou a lutar com Rashad Evans, no UFC 133, por falta de tempo para se preparar, ganhou uma nova versão após as declarações do presidente da franquia, Dana White.

Em entrevista ao site MMajunkie, Dana declarou que Lyoto na verdade aceitou a luta, porém foram as exigências do lutador que impossibilitaram o acordo. “Nós sabíamos há cerca de dois dias que Davis não poderia lutar, e Machida aceitou entrar no lugar. Então, nós ligamos de novo, confirmamos o convite para a luta, e seu pessoal disse, ‘Você nos paga o que paga a Anderson Silva, e nós fazemos a luta.”, disse. 

O preseidente do UFC se mostrou indignado com o suposto pedido de Lyoto. “Eu disse: ‘você está brincando?’ Digam a Machida que consiga o que Anderson Silva conquistou, que talvez ele chega ao que ele ganha. Tenham um bom dia”, declarou ao site.

Ortiz aceita convite e enfrentará Evans

O principal evento de MMA do mundo finalmente divulgou o adversário de Rashad Evans no UFC 133. Após a lesão de Phil Davis e a recusa polêmica de Lyoto Machida, Tito Ortiz aceitou o desafio e enfrentará Evans no dia 6 de agosto, na Filadélfia. Ortiz voltará ao octógono pouco mais de um mês após seu retorno ao UFC, em vitória sobre Ryar Bader no UFC 132. 

Sem mais artigos