Um veterano britânico da Guerra do Iraque será o encarregado de desembarcar de balsa com a tocha olímpica dos Jogos de Londres no porto de Liverpool nesta sexta-feira, 14º dia do percurso da chama pelo Reino Unido.

Após ter passado pela segunda cúpula mais alta do país, o Snowdon, de 1.085 metros, viajar de trem, a cavalo e de teleférico, a tocha cruzará o rio Mersey em uma balsa durante uma etapa em que será transportará de Bolton a Liverpool.

Mais de 150 revezadores percorrerão 150 quilômetros até que o soldado Craig Lundberg, que perdeu a visão como consequência da explosão de uma granada em Basra (Iraque) em 2007, acenda uma pira comemorativa na cidade do condado de Merseyside.

O céu cinza com o qual amanheceu o noroeste da Inglaterra não impediu que milhares de britânicos voltassem a se aglomerar às margens da estrada para ver a passagem da chama, o principal símbolo dos Jogos Olímpicos que serão realizados em Londres de 27 de julho a 12 de agosto.

O ex-ciclista Chris Boardman, medalha de ouro em Barcelona-1992, será um dos atletas que levarão a tocha, assim como o jovem nadador Antony Evitts, de 16 anos, uma promessa da natação britânica, que espera estar pronto para competir nos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016.

Também correrá com a tocha em suas mãos o ex-atleta olímpico Mike Hatcliff, de 78 anos, que ensinou cerca de 42 mil crianças a nadar na escola que inaugurou em 1971 na localidade de Lytham St. Annes, no condado de Lancashire.

A cidade dos Beatles realizará também um festival para comemorar a chegada do fogo olímpico, com shows da banda local The Wombats e a dupla de streetdance Twist and Pulse, de Londres. 

De balsa, chama olímpica viaja rumo a Liverpool

Sem mais artigos