Afastado do futebol por quase dois anos após deixar a meta do Milan em 2010, o goleiro Dida voltou ao futebol brasileiro este ano para defender as cores da Portuguesa e acabou se tornando um dos destaques do time por sua segurança e tranquilidade nos jogos da Série A do Campeonato Brasileiro. Tanto é verdade que o camisa um do time do Canindé já começa a despertar interesse de outros clubes.

Pouco confiante no goleiro Bruno, o gerente de futebol do Palmeiras, César Sampaio, que é amigo pessoal de Dida, mantém conversas com o jogador de 38 anos desde a derrota do alviverde para o rival no Canindé, por 3 a 0, no último dia 28 de agosto.

Em entrevista à Super Rádio Tupi na zona mista do Estádio do Morumbi, na noite deste sábado (15), momentos antes do jogo entre São Paulo e Portuguesa, o gerente de futebol da Lusa, Candinho, confirmou o interesse do Palmeiras em contar com o jogador, mas negou qualquer negociação agora.

“O Sampaio gosta muito dele (Dida). Eles são muito amigos, jogaram juntos e as vezes tem um fundo de brincadeira. Porém, não podemos duvidar de nada. Isso, se acontecer, só será em dezembro, no fim do ano”, garantiu o dirigente, que já teme perder suas principais peças por conta do time disputar a Série A2 do Paulistão em 2013.

Vale lembrar que o contrato de Dida com a Portuguesa vai até o dia 31 de dezembro deste ano e as tratativas de renovação contratual entre jogador e clube ainda não começaram. E esse fato deixa o Palmeiras em uma situação muito confortável, uma vez que o único valor a ser negociado seria o salário do jogador.

Além da Portuguesa, Dida atuou por Corinthians e Cruzeiro no futebol Brasileiro. No exterior, o Milan foi o único clube do goleiro.

Sem mais artigos