O meia Diego, do Atlético de Madri, admitiu temer que a ansiedade de quebrar tabu de 12 anos sem vencer o rival Real Madrid, adversário do clássico desta quarta-feira pela 33ª rodada do Campeonato Espanhol, pode prejudicar os ‘Colchoneros’ em sua luta por uma vaga na próxima edição da Liga Europa.

Em entrevista exclusiva à Agência Efe, o brasileiro ainda falou da sua vontade de continuar trabalhando forte no time madrilenho para poder conquistar um lugar na Seleção Brasileira. Desde a entrada de Mano Menezes, o meia não voltou ao time ‘canarinho’. Diego pertence ao Wolfsburg e foi cedido para o time espanhol até o fim da temporada.

O camisa 22 ressaltou o prazer de encarar o time de José Mourinho. “É um jogo especial. É um prazer jogá-lo. Estamos nos preparando para fazer uma grande partida”, disse. A vitória do Atlético, combinada com empate no jogo entre Osasuna e Espanyol e com tropeço do Sevilla diante do Zaragoza, recoloca o time de Madri na zona de classificação para a Liga Europa.

A equipe de Diego ocupa a nona colocação no Espanhol, com 42 pontos. Pela competição, quinto e sexto colocado garantem vaga no torneio continental. Precisando vencer, o jogador pede tranquilidade. Para ele, torcedores e jogadores precisam deixar de lado o tempo de jejum no clássico. “No campo temos que esquecer tudo isso, porque pode trazer um excesso de ansiedade, e isso não vai nos ajudar”.

Indagado se o rival tem pontos fracos, Diego afirmou que eles existem, mas que são poucos. “Não existe time perfeito. Mas existem equipes que dificilmente cometem erros. E o Real Madrid é assim. Quando jogamos contra eles, os detalhes são muito importantes. Temos que estar atentos e, claro, tentar ganhar, o que é mais importante”.

Sobre as estrelas do time de José Mourinho, Diego preferiu não eleger uma delas como a maior. “É difícil elogiar um só. Eles têm Xabi Alonso, Casillas, que é muito importante, Cristiano Ronaldo, Benzema, Higuaín, Kaká. Um timaço”, garantiu. O meia ainda afirmou que será fundamental o bom aproveitamento ofensivo durante o duelo e deu a receita para a vitória: “Aproveitando as poucas chances que vamos ter”.

Sobre a Seleção Brasileira, Diego garante que o foco de seu trabalho continua sendo voltar a vestir a camisa pentacampeã mundial. “Sempre é um desafio, mas passa pelo Atlético de Madrid fazer uma grande temporada e estou concentrado para isso. Tenho certeza que seguindo assim, terei uma nova chance”.

Sem mais artigos