Um argentino substituiu Adriano como o pior da Itália no ano de 2011. O prêmio “Bidone d’Oro” (Lixeira de Ouro, em português) ficou com Diego Milito, da Inter de Milão.

A “homenagem” é dada pelo programa “Catesport”, da emissora “Radio2” e teve como segundo colocado o brasileiro Amauri, da Juventus.

Um dos principais jogadores da Inter de Milão na temporada 2009/2010, quando o clube faturou o título da Liga dos Campeões da Uefa, o argentino caiu de produção neste ano.

No ano anterior, o responsável por ficar com o prêmio havia sido Adriano, hoje no Corinthians. O Imperador também faturou a homenagem em 2006 e 2007.

Rivaldo, em 2003, e Felipe Melo, em 2009, foram os outros dois brasileiros que também já foram premiados.

Sem mais artigos