Beira-rio será sede da Copa do Mundo

Nova cobertura do estádio Beira-Rio começa a ser montada

A presidente Dilma Rousseff realizou nesta quinta-feira (20) uma visita inaugural ao Beira-Rio, estádio de Porto Alegre que receberá cinco partidas da Copa 2014.

Dilma deu um pontapé simbólico no centro do campo em um ato para o qual foram convidados vários dos operários responsáveis dos trabalhos de modernização do estádio do Internacional.

Apesar das obras do Beira-Rio terem sido concluídas, o Inter disputou no sábado (15) a primeira partida de teste para o Mundial, e ter sido aprovado e elogiado esta semana na visita oficial do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, sua inauguração formal está prevista somente para abril.

Ainda estão pendentes as estruturas provisórias, como salas de imprensa, que a Fifa exige para a Copa e que serão desmontadas depois da competição.

Porto Alegre como sede da Copa chegou a ser colocado em xeque na semana passada quando a direção do Internacional anunciou que não financiaria os R$ 30 milhões para o custeio dessas estruturas provisórias.

O clube alegou que o estádio estava concluído e que qualquer estrutura provisória para o Mundial teria que ser assumida pelas autoridades de Porto Alegre ou pela Fifa.

Mas o Inter, a Prefeitura do Porto Alegre e o governo do estado do Rio Grande do Sul chegaram na quarta a um acordo que garante as obras e a condição de Porto Alegre como sede da Copa, segundo um comunicado divulgado hoje pela Fifa.

O acordo prevê a apresentação de um projeto de lei que ofereça incentivos fiscais às empresas privadas que realizarem as obras e a mobilização de estruturas permanentes de propriedade da prefeitura e do governo.

A solução permitiu que Dilma realizasse uma visita inaugural ao estádio sem receber nenhuma reivindicação e nenhum tipo de pressão.

Ela foi recebida no gramado do Beira-Rio pelos jogadores do Inter e por diferentes autoridades, e deu o pontapé simbólico ao lado do meio-campo argentino D’Alessandro, um dos maiores ídolos do time gaúcho.

Na cerimônia também participaram Valcke; o ministro do Esporte, Aldo Rebelo; o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro; o prefeito do Porto Alegre, José Fortunati, e o ex-jogador Ronaldo, que faz parte do Comitê Organizador Local do Mundial.

Sete dos 12 estádios que receberão partidas do Mundial e outros três, os do Porto Alegre, Manaus e Cuiabá, estão praticamente concluídos.

O que mais preocupava é o de Curitiba e a Fifa chegou a dar um ultimato aos responsáveis pelas obras, mas na terça-feira (18) Valcke confirmou a cidade como sede da Copa e disse que sua inauguração está prevista para 15 de maio, menos de um mês antes da partida inaugural da competição, em 12 de junho.

Desta forma, o estádio Arena da Baixada, em Curitiba será o último a ser inaugurado, depois da Arena Corinthians São Paulo, o que mais preocupa a Fifa por receber a abertura da Copa e só ter a entrega prevista para 15 de abril.

Veja mais fotos do Beira-Rio na galeria acima!

Dilma faz visita inaugural ao novo Beira-Rio, estádio da Copa em Porto Alegre

Sem mais artigos