A organização do Tour de France indicou nesta sexta-feira que não se pronunciará sobre o caso de Lance Armstrong até serem divulgadas as medidas definitivas da Agência Antidoping Americana (USADA) e a União Ciclística Internacional (UCI).

Em breve comunicado, os organizados da prova francesa se limitaram a indicar o conhecimento das últimas notícias sobre o procedimento contra o ex-ciclista americano e que “seguirá com atenção qualquer novo desdobramento deste caso”.

A nota ainda diz que a organização da prova mais tradicional do ciclismo mundial “segue esperando as decisões que devem tomar as instâncias competentes com responsabilidade neste caso, antes de emitir qualquer outro comentário.

Esta é uma forma da direção do Tour não se pronunciar sobre a retirada dos sete títulos da competição, deixando a decisão para outros órgãos. Nesta sexta-feira, a USADA divulgou a punição do ex-ciclista, que foi banido do esporte e desqualificado de todas as provas que disputou desde 1º de agosto de 1998.

A ministra dos Esportes da França, Valérie Fourneyron, por sua vez, pediu que o episódio não deve semear suspeita generalizada sobre o ciclismo. A titular da pasta elogiou a decisão da suspensão da USADA, chamando a punição contra Armstrong de “emblemática”.

Direção do Tour de France diz esperar decisões definitivas contra Armstrong

Sem mais artigos
Sair da versão mobile