A diretoria do Partizan, time de futebol da Sérvia, condenou o cartaz anti-semita exposto nas arquibancadas durante o jogo contra o Tottenham, pela primeira rodada da fase de grupos da Liga Europa, disputado na última quinta-feira (18).

—related–

“O Partizan fará todo o possível para que, com a cooperação dos órgãos competentes, os autores do incidente sejam encontrados, processados e afastados para sempre dos estádios esportivos”, diz comunicado divulgado pelo clube.

Na mesma nota, os dirigentes do Partizan pedem desculpas “pela mensagem totalmente contrária a história e a tradição do clube”. Já o secretário-geral, Darko Grubor, classificou os responsáveis pelo cartaz com mensagem anti-semita de “descerebrados”.

O Tottenham apresentou uma queixa formal na Uefa pelo incidente. Caso haja punição, o Partizan poderia ser multado ou sofrer outras punições graves, conforme publica a imprensa sérvia.

O jogo de ontem, válido pelo grupo C da Liga Europa, terminou 0 a 0.

Sem mais artigos