Quem esteve no Arthur Ashe Stadium para assistir a última partida do quarto dia do US Open 2011 viu uma demonstração de como o tênis é apaixonante.

Novak Djokovic, o melhor tenista da atualidade, ganhou de forma arrasadora o jogo contra o argentino Carlos Berlocq, número 69 do mundo. Sem tirar o pé do freio, o sérvio anotou 6/0, 6/0 e 6/2, sendo que 14 dos 18 games vencidos por ele foram seguidos.

Muitos esperavam que Berlocq iria baixar a guarda, desistir, se entregar. De jeito nenhum. Ele se mostrou um jogador guerreiro e com orgulho do esporte que pratica.

O atual vice-campeão do Grand Slam norte-americano jogou sério e com o brilho que todos nós nos acostumamos a ver em 2011. Em 1 hora e 40 minutos, Novak e Carlos foram os heróis do dia 1º de setembro, cada um de sua maneira.

Djokovic põe argentino para dançar tango no US Open

Sem mais artigos
Sair da versão mobile