Noval Djokovic disputará sua sexta semifinal consecutiva no US Open. Na noite de quinta-feira, o sérvio avançou no quarto e último Grand Slam da temporada ao vencer o argentino Juan Martin Del Potro, oitavo no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 7/6 (7/3) e 6/4, em 3 horas e 6 minutos.

Djokovic é o atual campeão do US Open e se garantiu pela 10º vez consecutiva nas semifinais dos torneios do Grand Slam. Ele também foi vice-campeão duas vezes em Nova York, em 2007 e 2010. O sérvio terá pela frente o espanhol David Ferrer, que eliminou Janko Tisparevic. A  outra vaga na decisão do US Open será disputada entre o britânico Andy Murray e o checo Tomas Berdych.

A vitória de Djokovic sobre Del Potro foi a sexta em oito duelos. O primeiro set foi completamente dominado pelo sérvio, que conseguiu uma quebra de serviço logo no começo. Ele voltou a converter um break-point, abriu 4/1 e venceu com facilidade por 6/2.

O segundo set da partida foi mais acirrado. No 12º game, Del Potro salvou três set points de Djokovic e levou o duelo para o tie-break, que foi vencido pelo sérvio.

No terceiro set, Djokovic quebrou o serviço logo no primeiro game. Assim, precisou apenas administrar a vantagem para vencer a parcial por 6/4 e avançar para mais uma semifinal do US Open com o triunfo por 3 sets a 0 sobre Del Potro.

Sem mais artigos