A banda de hard rock Dr Sin, que já havia homenageado o desporto bretão em "Rock’n’Roll, Mulher e Futebol", aproveitou a empolgação com o hexacampeonato brasileiro recém-conquistado pelo São Paulo e lançou seu tributo ao goleiro Rogério Ceni. É a música "Número 1".

 

 

Não é a primeira vez que o capitão são-paulino é citado em músicas. O Planta e Raiz já havia feito "Goleiro Matador".

 

 

E o cantor/compositor Jair Bloch fez "Inigualável".

 

 

Três músicas de artistas diferentes não é pouca coisa. Mas outros craques também já foram lembrados pelos músicos. A Banda Bel, pouco depois da saída de seu vocalista Toni Garrido (que tinha ido para o Cidade Negra), lançou "Romário".

 

E é claro que todo mundo lembra da homenagem de Jorge Ben a Fio Maravilha. Mas, como bom rubro-negro, Ben fez uma para o maior ídolo da Nação, Zico, apesar da jóia "O Camisa 10 da Gávea" ser menos conhecida.

 

Sem mais artigos