O técnico Dunga expressou surpresa pelas recentes críticas feitas ao meio-campo Kaká, contratado pelo Real Madrid com status de estrela e que vem tendo rendimento abaixo do esperado.

“Há alguns meses Kaká era candidato a melhor do mundo e agora não serve para o Real Madrid. Há três meses ele era o jogador que todos queriam ter, e agora já começa a ser questionado”, disse o treinador, capitão da seleção campeã do mundo em 1994.

“Kaká é muito profissional, sabe sua responsabilidade e é importantíssimo para o Brasil na Copa do Mundo”, disse Dunga, que considera o meia indiscutível na equipe titular.

O treinador também falou sobre outra peça-chave de seu elenco: o atacante Robinho, emprestado ao Santos pelo Manchester City para recuperar a forma pensando na África do Sul.

“Diziam que Robinho estava jogando mal na Inglaterra e foi chegar ao Brasil para mudar o discurso. Ele voltou a ser bom de uma hora para a outra?”, perguntou.

Após estas irônicas palavras, ele evitou falar sobre o debate da convocação de Ronaldinho Gaúcho para o Mundial.

“Isso é normal. Todo mundo quer falar sobre quem não está na seleção”, disse o treinador sobre o jogador do Milan, que nas últimas rodadas do Campeonato Italiano vem mostrando futebol para merecer ser chamado.

Sem mais artigos