Técnico da seleção brasileira durante o ciclo que culminou no quinto lugar na Copa do Mundo de 2010, Dunga aceitou dar sua primeira entrevista desde que deixou o cargo na CBF. Em conversa com Tande, exibida na manhã deste domingo (11) pelo Esporte Espetacular, da TV Globo, o capitão do tetra falou sobre colocou um ponto final no problema com o jornalista Alex Escobar e comentou a ausência de Neymar em suas convocações.
 
Durante entrevista coletiva na África do Sul, em meio à caminhada brasileira na Copa do Mundo, Dunga falava sobre Luis Fabiano quando interrompeu a resposta para questionar Escobar se havia algum problema, uma vez que o jornalista balançava a cabeça. Em seguida, o ex-técnico da seleção ainda disparou xingamentos contra o profissional.

No papo com Tande, Dunga admitiu o erro na ocasião. “A gente comete erros, se altera na adrenalina, mas nunca tive nada contra ele”, declarou. Por meio de um vídeo gravado, Escobar também tratou de enterrar a polêmica. “Quero que você saiba que da minha parte não há qualquer mágoa”, antes de desejar boa sorte na vida e na carreira de Dunga.

Outro ponto abordado durante a entrevista foi não-convocação de Neymar para a Copa do Mundo de 2010, mesmo com toda a pressão popular. “Em dezembro (de 2009), o Neymar era reserva do Santos. Janeiro é férias. O último amistoso da gente foi em março, não tinha como testá-lo”, explicou Dunga. 

Sem mais artigos