O Olympique de Marselha passa por uma dura crise dentro do elenco. De acordo com o jornal L’Equipe, o técnico Didier Deschamps teve que fazer frente a uma rebelião no seu vestiário, liderado pelo atacante Pierre-André Gignac, depois da derrota para o Olympiakos no meio de semana, por 1 a 0, pela fase de grupos da Liga dos Campeões.

De acordo com a publicação, o jogador foi afastado do grupo após ter se negado a pedir desculpas ao comandante depois de ter uma dura discussão com o treinador na frente do resto do grupo. Nenhum atleta teria entrado na discussão. Com isso, o diário ressalta que o treinador está “cada dia mais afastado” no vestiário, o que contribuiria para os tropeços da equipe.

Com a derrota para o clube grego, o Marselha complicou as suas chances de classificação para as oitavas de final. O resultado estaria garantido caso o time tivesse conseguido no mínimo o empate contra os gregos. 

Sem mais artigos