Campeãs invictas do Mundial de Handebol Feminino, conquistado em dezembro de 2013, as atletas da modalidade foram recebidas nas sedes do Banco do Brasil e dos Correios, patrocinadores do handebol brasileiro, e pelo Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, em Brasília (DF), na última terça-feira (7). Junto à elas estava o presidente da da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), Manoel Luiz Oliveira.

Dentre os muitos assuntos debatidos, a armadadora Duda pediu mais investimento a este esporte. “Acreditamos que vai mudar um pouco o handebol. Acho que temos uma base muito boa, mas quando queremos uma estrutura mais profissional, ainda não temos. Acho que vamos receber mais investimento para estruturar todos os clubes e até ter mais clubes para termos uma liga mais forte”, disse a atleta.

Escolhida a melhor jogadora do mundial, Duda destacou o apoio dos patrocinadores nesta conquista inédita para o handebol brasileiro. “Não conseguimos nada sozinhas. Estamos felizes por trazer essa medalha que é uma espécie de retorno. Espero que continuem nos apoiando”, afirmou a armadora.

Presentado com uma camisa da Seleção Feminina de Handebol, o Ministro Aldo Rebelo ressaltou a confiança nas garotas e as elogiou. “Eu sabia que tínhamos um nível muito elevado, pois o trabalho já vinha sendo feito com muita seriedade. Nós temos um sentimento de carinho e de gratidão por vocês. O exemplo que vocês deixam, não só para os mais jovens, mas para todo o país, é muito importante. Isso vai ficar na história, na memória de todos, que vão ficar com a imagem desse grupo vitorioso”, declarou Aldo.

A capitã da equipe, Fabiana Diniz, a Dara, também agradeceu a todos os envolvidos na conquista do seu time. “Nós gostaríamos de agradecer o apoio, que veio antes da conquista do título e que nos impulsionou a querer mais. Agora, nada mais justo do que compartilhar esse momento com vocês”, aponto a jogadora.

Sem mais artigos