Forte chuva, jogo adiado, expulsão, falta de energia e um pouco de futebol. Estes foram os ingredientes do clássico entre São Paulo e Palmeiras, disputado neste domingo, no estádio do Morumbi. Ao final dos 90 minutos cada time saiu com um ponto, no empate em 1 a 1.

A forte chuva que começou a cair na cidade de São Paulo por volta das 14h30 impossibilitou que o jogo começasse às 16h, no horário previsto. O árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro foi obrigado a adiar por quase uma hora o começo da partida.

Com a bola rolando – ou tentando rolar em um campo com poças -, houve muita disputa e entradas duras. Quando a bola correu bem, Fernandinho abriu o placar para o São Paulo. Ele trouxe a bola pela esquerda deu um tapa para o lado e encheu o pé. Danilo não conseguiu bloquear e Deola não teve chances de defesa.

Logo após o gol tricolor, as luzes do estádio do Morumbi se apagaram e o jogo foi interrompido. A retomada da partida ocorreu apenas depois de mais de 15 minutos.

No segundo tempo, o zagueiro Alex Silva foi expulso logo aos 12 minutos, depois de empurrar o atacante Adriano Michael Jackson. Com um homem a menos, o São Paulo passou a ter dificuldades em sair para o jogo e o Palmeiras cresceu na partida.

Aos 38, Valdivia tabelou com Kleber, que deixou Michael Jackson na cara do gol. Adriano bateu firme com a perna esquerda, sem chances para Rogério Ceni. Daí para frente, só deu Verdão no ataque, mas a virada não foi possível.

Com o resultado, o Palmeiras cai para a terceira colocação, com 21 pontos. Já o São Paulo aparece logo atrás, com 19. Nesta quarta-feira, a equipe alviverde volta a campo contra o Comercial/PI, em jogo válido pela Copa do Brasil. Já o Tricolor vai enfrentar o São Caetano, pelo Paulistão, no sábado, jogando fora de casa.

Sem mais artigos