A seleção alemã viveu uma noite de tempos distintos e depois de estar vencendo por quatro gols de diferença, deixou a seleção sueca empatar em 4 a 4, em partida válida pelas Eliminatórias europeias para a Copa do Mundo, disputada nesta terça-feira, em Berlim.

Os tricampeões do mundo venciam por 3 a 0 no intervalo, viram o placar ser ampliado logo no início da etapa complementar, e depois apenas assistiram a reação dos suecos, comandados por Ibrahimovic. O gol que selou o empate aconteceu aos 48 do segundo tempo, com Elm.

Antes da partida, o atacante Miroslav Klose foi homenageado pela Federação Alemã de Futebol, por ter reconhecido em partida da sua equipe, a Lazio, que fizera um gol de mão, na derrota por 3 a 1 para o Napoli, pedindo ao árbitro a anulação do lance.

O caminho para a vitória alemã foi aberto justamente pelo goleador, que marcou aos oito minutos de jogo. Aos 15, Klose apareceu mais uma vez para ampliar. Com o gol, o atacante chegou a 67 com a camisa alemã, ficando a um do maior artilheiro da história da seleção, Gerd Müller.

Aos 39 minutos de jogo, quem apareceu para marcar foi o zagueiro Mertersacker, fazendo 3 a 1. Aos 11 do segundo tempo, Özil transformou a vitória contra os suecos em goleada, marcando o quarto da seleção alemã.

A seleção nórdica, no entanto, não se deu por vencida e esboçou reação. Primeiro com seu maior astro Ibrahimovic, aos 17 minutos do segundo tempo e dois minutos depois com Lustig. Aos 31, Elmander diminuiu o placar para 4 a 3.

No finzinho, a pressão sueca surtiu efeito. Após bate e rebate na área alemã, a bola sobrou para Elm, que bateu de primeira para igualar o marcador. Depois da partida, a torcida que lotou o Olympiastadion, em Berlim, vaiu muito a seleção da casa.

Com o empate, as duas seleções seguem invictas na competição. A Alemanha lidera o grupo C com 10 pontos em quatro jogos, enquanto a Suécia aparece na segunda posição com sete pontos em três partidas realizadas.

Ainda pela chave de alemães e suecos, nesta terça-feira, a Irlanda venceu Ilhas Faröe por 4 a 1, fora de casa. Já a Áustria superou o Cazaquistão por 4 a 0, jogando em seus domínios, obtendo sua primeira vitória nas Eliminatórias.

Quem também garantiu vitória nesta terça-feira, só que com menos drama que os alemães, foi a Itália, que bateu por 3 a 1 a Dinamarca, jogando em Milão, pelo grupo B das Eliminatórias europeias.

Os gols italianos foram marcados por Riccardo Montolivo, aos 33 minutos de jogo, Daniele De Rossi aos 37 da etapa inicial e Mario Balotelli, aos 9 do segundo tempo. William Kvist descontou para os dinamarqueses nos acréscimos da primeira etapa.

O destaque negativo para os italianos foi a expulsão do atacante Pablo Osvaldo, aposta do técnico Cesare Prandelli para a partida. O jogador de origem argentina, que atua pela Roma, foi expulso aos dois minutos de jogo.

Na classificação da sua chave, a Itália acabou beneficiada pelo empate sem gols entre República Tcheca e Bulgária, e abriu quatro pontos de vantagem para os búlgaros. Agora, a ‘Azzurra’ lidera com 10 pontos ganhos. Os dinamarqueses seguem na vice-lanterna com apenas dois pontos ganhos.

Sem mais artigos