Além de seus títulos, o pugilista Evander Holyfield ficou famoso após sofrer uma mordida do também boxeador Mike Tysone e ter parte da sua orelha arrancada na luta entre ambos que sagrou-se campeão. Aos 51 anos, o americano voltou a chamar atenção, mas desta vez fora dos ringues.

O pentacampeão mundial dos pesos-pesados é um dos integrantes do Big Brother britânico e causou polêmica em uma conversa com outra participante sobre homossexulidade. A companheira de confinamento entrou no assunto ao questionar o pugilista sobre a opção sexual dentro do boxe.

Holyfield expôs seu pensamento para Luisa Zissma e comparou a homossexualidade a uma deficiência que pode ser curada com a ajuda de médicos. “O que seria bom? Isso não é normal. Se você nasceu e sua perna é defeituosa, o que você faz? Você vai ao médico e tenta consertá-la”, disse Evander ao ouvir da colega que seria bom para ele pensar melhor sobre a liberdade e os direitos gays, principalmente dentro do campo esportivo.

As declarações logo tiveram repercurssão fora do reality e a produção do programa chamou Evander para uma conversa no confessionário. O pugilista negou que tenha sido homofóbico e disse ter apenas colocado sua opinião sobre o assunto. “Eu estava apenas falando sobre a minha opinião,  não estava falando isso abertamente para todas as pessoas. Foi apenas a nossa conversa”, declarou Holyfield.

Veja o vídeo:

Sem mais artigos