Capitão do Barcelona, o zagueiro Carles Puyol passou por uma artroscopia no joelho direito nesta sexta-feira e ficará afastado dos gramados pelo período de um mês a um mês e meio, segundo prognóstico divulgado neste sábado pelo médico responsável pela cirurgia, o traumatologista Ramon Cugat.

Na sexta-feira, Puyol e o médico do Barcelona Ricard Pruna procuraram Cugat pedindo que o jogador fosse operado o mais rapidamente possível para dar fim às dores no joelho.

“Ele nos procurou ontem (sexta-feira) e nos disse que as dores no joelho o prejudicavam cada vez mais. Eu falei então que quanto mais rápido resolvêssemos o problema, melhor, porque a ‘Champions’ está a aí e precisamos de nosso capitão”, relatou o traumatologista, que contou que Puyol não pensou duas vezes e decidiu entrar na sala de cirurgia ainda na noite de ontem.

“Mais que os médicos, quem definirá o tempo de baixa é ele mesmo. Acho que pedirá um mês e meio para voltar a jogar. Talvez até menos”, definiu Cugat.

Essa foi a terceira vez que Puyol se submeteu a uma artroscopia no joelho direito. A penúltima lhe impediu de disputar a Eurocopa de 2012.

Caso volte a jogar em um mês, o defensor desfalcará o Barcelona apenas durante as quartas de final da Liga dos Campeões e poderá voltar nas semifinais, caso o time catalão passe pelo Paris Saint-Germain. Por outro lado, se o período se estender, ele estará disponível apenas para uma possível decisão.

Sem mais artigos