Menos de uma semana depois de ter sido contratado pelo Chelsea em uma negociação envolvendo 58 milhões de euros, um recorde na Inglaterra, o atacante espanhol Fernando Torres já terá que enfrentar sua ex-equipe, o Liverpool, neste domingo, no estádio Stamford Bridge, pela 26ª rodada do Campeonato Inglês.

A missão dos ‘Blues’, que atualmente estão na quarta colocação do torneio, com 44 pontos, e terão que demonstrar que o forte investimento do proprietário do clube, Roman Abramovich, em Torres e no zagueiro brasileiro David Luiz, ex-Benfica, valeu a pena.

O Liverpool, por sua vez, quer mostrar que seu antigo camisa 9 já não faz falta e que pode ser substituído a altura pelo uruguaio Luis Suárez, recém-contratado junto ao Ajax e que estreou com um gol na vitória por 2 a 0 sobre o Stoke City.

Os ‘Reds’ quiseram incluir uma cláusula no acordo de transferência com o clube de Londres para impedir que Torres jogasse neste domingo, segundo revelação de um dos agentes do jogador. No entanto, os ‘Blues’ não aceitaram e deverão ter o espanhol junto ao marfinense Didier Drogba no ataque.

O propósito do Chelsea na rodada é ultrapassar o Manchester City, que tem 46 pontos, e se aproximar de Arsenal (49) e Manchester United (54), enquanto o Liverpool, que está no sétimo lugar, com 35 pontos, quer deixar o Sunderland (37) para trás e ficar mais perto da zona de classificação para os torneios europeus.

Na ponta da tabela, o United tem uma boa chance de manter ou até aumentar a vantagem para os concorrentes. Apesar de jogarem fora de casa, os comandados do técnico Alex Ferguson terão pela frente no sábado um adversário teoricamente fácil, o lanterna Wolverhampton.

A partida será a primeira dos ‘Diabos Vermelhos’ após a aposentadoria do lateral-direito inglês Gary Neville, que defendeu a equipe por 20 anos.

Já o Arsenal, que ainda sonha com o título, fará uma partida que, em tese, será mais difícil. Também no sábado, o time do volante brasileiro Denilson viajará para enfrentar o Newcastle, décimo colocado.

Com a cabeça voltada para o jogo, os ‘Gunners’ foram surpreendidos nesta quinta-feira por uma má notícia: o goleiro Lukasz Fabianski não voltará a jogar nesta temporada já que, após contrastar a opinião de vários especialistas, terá que se submeter a uma intervenção cirúrgica no ombro, na Alemanha.

O espanhol Manuel Almunia está de volta e poderá reassumir a titularidade, mas o treinador Arsene Wenger preferiu deixar a disputa pela vaga em aberto.

“A competição pelo posto de titular do gol acontecerá a partir de agora entre Wojciech Szczesny e Almunia”, declarou o treinador.

Sem mais artigos