Principal alvo de reclamações dos jogadores da Seleção Brasileira durante o amistoso contra o Equador, disputado na noite da última terça-feira (09) e vencido pelo Brasil por 1 a 0, o gramado do Metlife Stadium, nos Estados Unidos, teve que passar por um processo de modificação para receber a partida de futebol em um campo que é utilizado especialmente para os jogos da NFL (Liga profissional de futebol americano). Por baixo da grama que a bola rolou existia um gramado sintético, que teve que ser coberto especialmente para o encontro entre as equipes sul-americanas.

Casa dos times New York Giants e New York Jets, o Metlife Stadium foi projetado para receber diversos tipos de modificações, entre elas a ‘troca’ de gramado para jogos de futebol. Como o local tinha recebido um jogo da NFL no último domingo (07), a transformação foi feita em um tempo recorde e registrada pelas cameras do estádio (assista no vídeo abaixo).

Construído em 2007, o Metlife Stadium custou pouco mais de US$ 1,6 bilhões e foi inaugurado no dia 10 de abril de 2010. Palco da disputa do último Super Bowl, entre Seattle Seahawks e Denver Broncos, o local tem capacidade atual para receber 82.500 torcedores.

Sem mais artigos