O atacante do Barcelona, Luis Suárez, afirmou estar “feliz” por voltar a se sentir “jogador de futebol”, depois que o CAS suspendeu parte da punição da Fifa e permitiu pelo menos que o jogador treine com seu novo clube.

Em declarações à Barça TV e ao “fcbarcelona.es”, Suárez reconheceu que tinha “muita vontade de começar e estar com os companheiros”.

Na manhã desta sexta-feira (15) o uruguaio completou seu primeiro treino na Ciudad Esportiva Joan Gamper, um mês e quatro dias após fechar sua contratação pelo Barcelona.

“Era uma situação que me deixava incomodado. Estou pagando por um erro que cometi e pelo qual já pedi perdão, mas é preciso esquecer isso”, comentou sobre a sanção de quatro meses de inatividade imposta pela Fifa após ter mordido o italiano Giorgio Chiellini durante a Copa do Mundo do Brasil.

Com relação a este episódio, que marcou as últimas semanas de sua carreira, o jogador deseja virar a página. “É preciso pensar no futuro, que é estar no Barcelona, o clube onde tinha sonhado jogar”.

Suárez e Iniesta em treino do Barcelona (Crédito: Miguel Ruiz / FC Barcelona)

Embora a sanção seja vigente até 24 de outubro, Luis Suárez pode treinar e participar de atos promocionais do clube. O uruguaio será apresentado perante a torcida junto com o resto da equipe na próxima na segunda-feira (18), antes do amistoso que o Barça disputará perante o León, do México, no Troféu Joan Gamper. E, na terça-feira (19), comparecerá em entrevista coletiva.

“Agora é preciso esperar para voltar a jogar, ter contato com a torcida e ter a sensação de jogar em um estádio como o Camp Nou”, manifestou.

Por fim, o atacante uruguaio quis agradecer o apoio que recebeu do Barcelona desde o anúncio de sua contratação. “Estou muito agradecido ao clube por tudo o que fez por mim nas últimas semanas e dias. Me trataram muito bem e o agradeço porque cumpro com um desafio, como é jogar no Barça”, sentenciou.

Veja mais fotos do primeiro treino na galeria acima.

Sem mais artigos