O Mundial de Atletismo ao ar livre de Daegu, na Coreia do Sul voltou a coroar os Estados Unidos como maior potência do esporte, com 12 ouros, oito pratas e cinco bronzes, dominando novamente o quadro de medalhas, no qual o Brasil foi o 11º colocado graças à medalha de ouro de Fabiana Murer no salto com vara.

Christian Taylor, no salto triplo, e o revezamento feminino do 4×100 metros selaram os dois últimos triunfos americanos na competição sul-coreana.

A Rússia, que também somou dois ouros no último dia, no lançamento de martelo e nos 800 metros femininos, acabou com nove ouros, quatro pratas e seis bronzes, no segundo lugar do quadro.

O Quênia fechou o pódio com um balanço de 7-6-4, à frente da Jamaica (4-4-1), que fechou o evento com o recorde mundial do 4x100m masculino, sob a batuta de Usain Bolt.



EUA dominam quadro de medalhas do Mundial de Atletismo; Brasil termina em 11º

Sem mais artigos