Superliga mais equilibrada dos últimos tempos, o torneio masculino de 2010/2011 chega na reta final sem um favorito absoluto. No entanto, Maurício, ex-levantador e diretor do Medley/Campinas, eliminado nas quartas, já tem seu palpite.

“Acho que está muito equilibrado, mas acredito que o título vai ficar entre o Sesi-SP e o Vôlei Futuro, mas isso é apenas uma opinião”, disse Maurício.

Para que isso aconteça, na noite desta sexta-feira (8), o Sesi-SP terá de vencer o Vivo/Minas em casa no terceiro e decisivo duelo da semifinal.

No outro duelo, o Vôlei Futuro terá de buscar a virada para cima do Sada Cruzeiro visto que o clube mineiro saiu vencedor no primeiro duelo em casa.

Sem mais artigos