O meia Cesc Fàbregas, do Barcelona, disse neste sábado que se sua equipe “jogar como sabe” e dominar o Santos na final do Mundial de Clubes, no domingo, “não haverá Neymar”.

Na entrevista coletiva prévia à decisão, Fàbregas assegurou que “não é do nosso futebol” preocupar-se com apenas um jogador, pelo que o Barcelona precisa ser forte e jogar como sabe.

O meia, que disputará sua primeira final de Mundial de Clubes no Japão, disse que Neymar tem uma “capacidade técnica espetacular” que o torna preparado “para jogar em qualquer equipe do mundo”.

Apesar disso, Fàbregas garantiu que não pensa só no atacante, mas em todo o time do Santos.

Sobre o interesse do Barcelona no camisa 11 do Santos, Fàbregas disse que, se a transação for confirmada, “será bem-vindo, mas por enquanto é um inimigo a mais”.

O meia aproveitou para rejeitar a tese de que as equipes europeias dão mais valor à Liga dos Campeões do que ao Mundial de Clubes. “Para nós, significa que poderemos dizer que somos os melhores do mundo. É a partida da temporada”, assegurou Fàbregas.

A decisão entre Santos e Barcelona será disputada no Estádio Internacional de Yokohama a partir das 8h30 (de Brasília) de domingo.

Sem mais artigos