A Federação Alemã de Futebol rejeitou nesta segunda-feira (28_ a possibilidade de repetir o jogo entre Hoffenheim e Bayer Leverkusen, válido pelo campeonato nacional, em que os visitantes tiveram um gol “fantasma” validado, marcado pelo atacante Stefan Kiessling.

A entidade apontou que a realização de um novo confronto era inviável, já que o árbitro Felix Brych não havia cometido nenhum erro de aplicação da regra, mas um erro de apreciação de um lance.

Quando o Leverkusen vencia por 1 a 0, após um escanteio, Kiessling cabeceou para fora, mas bola entrou por um buraco na rede. As imagens da transmissão da partida mostraram o erro do árbitro. A partir delas, o Hoffenheim iniciou protestos. A partida acabou 2 a 1 para a equipe vermelha e preta.

“A decisão foi equivocada, mas não se pode voltar atrás”, disse o presidente do tribunal esportivo da Federação Alemã de Futebol, Hans Lorenz.

O Hoffenheim ainda pode recorrer da decisão. Anteriormente, o próprio Bayer Leverkusen já havia se manifestado favoravelmente ao novo jogo. 

Sem mais artigos