Por unanimidade, as 54 federações filiadas à Uefa deram seu apoio para que a Copa do Mundo de 2022 seja realizada no inverno do Catar, informa nesta quinta-feira (19) a emissora britânica BBC, por meio de seu site.

Vice-presidente da Fifa, o britânico Jim Boyce, disse à rede pública que todos os presentes na reunião realizada recentemente em Dubrovnik, na Croácia, acordaram que o torneio “não pode ser realizado no verão do Catar”, já que as temperaturas podem chegar aos 50ºC.

Segundo o dirigente da entidade máxima do futebol mundial, o debate as federações do Velho Continente já está no calendário da competição. Segundo Boyce, a dúvida é entre janeiro, novembro ou dezembro de 2022.

O vice-presidente da Fifa, no entanto, afirmou que não há motivo para qualquer precipitação sobre a mudança.

“Ainda faltam nove anos e todos sentem que a Fifa deveria falar com as principais partes interessadas, e chegar a uma solução que altere o menos possível o futebol”, garantiu.

Em 3 de outubro, a Fifa realizará reunião do comitê executivo em Zurique, e é esperado que neste encontro haja a confirmação da transferência da realização da Copa do Mundo para o inverno.

Sem mais artigos