Após a eliminação do espanhol Rafael Nadal e da vitória de virada do sérvio Novak Djokovic, o suíço Roger Federer foi mais um dos três primeiros do ranking mundial a ter dificuldades na quadra central do All England Club, mas, apesar do sofrimento, ele conseguiu se classificar para a quarta rodada do torneio de Wimbledon.

Nadal caiu ainda na segunda rodada diante do tcheco Lukas Rosol na quinta-feira, e Djokovic bateu Radek Stepanek, também da República Tcheca, por 3 a 1 nesta sexta.

Hexacampeão, Federer não teve a mesma facilidade do sérvio para virar seu jogo, mas pelo menos não foi eliminado. Após 3h34min de partida, o atual terceiro colocado do ranking da ATP derrotou o francês Julian Benneteau por 3 sets a 2, com parciais de 6-4, 7-6(3), 2-6, 7-6(6) e 6-1.

Na quarta rodada, o suíço enfrentará o belga Xavier Malisse, número 75 do mundo, que venceu o espanhol Fernando Verdasco também nesta sexta por 3 a 2, com parciais de 1-6, 7-6(5), 6-1, 4-6 e 6-3..

Essa foi a 850ª vitória na carreira de Federer, que foi eliminado nas quartas de final em 2011 e neste ano está na mesma chave de Djokovic, primeiro cabeça de chave.

Sem mais artigos