O russo Fedor Emelianenko resolveu que não irá se aposentar. Mesmo depois de ter sido demitido do Strikeforce por perder três lutas seguidas, o lutador de 34 anos resolveu continuar no mundo do MMA. Seus representantes avisaram que ele irá retornar para Rússia, onde deve lutar ainda neste semestre.

“Nós consultamos com o Fedor e foi decidido que ele não deveria deixar o esporte desta forma. Seus amigos e antigos adversários apoiam Fedor na continuação de sua carreira, e ele concorda. Nós queremos organizar uma luta para o Fedor na Rússia e já começamos a trabalhar nesta direção. Se tudo correr como planejado, vamos produzir um card em Moscou ou St. Petersburg ainda durante o outono (primavera no Brasil) com Fedor no evento principal”, afirmou Vadim Finkelchtein, presidente da M-1 Global, que representa Fedor.

O gigante russo é uma lenda do esporte. Campeão do Pride, Fedor Emelianenko derrotou lutadores de prestígio como Rodrigo Minotauro, Mark Coleman, Mirko Cro Cop e Tim Sylvia.

Mesmo com as últimas três derrotas, o cartel de Fedor é respeitável: são 31 vitórias e apenas quatro derrotas em sua carreira no MMA.

Sem mais artigos