Após a queda frente ao Corinthians nas penalidades máximas, o técnico do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari, soltou a voz e disparou contra o rival, contra a Federação Paulista de Futebol e também contra o “sistema” de escolha de árbitros. 

No seu entender, o árbitro Paulo César de Oliveira estava disposto a auxiliar o rival e relembrou a polêmica manchete do “Jornal da Tarde” que revelou a sua escalação antecipadamente: “Ele entrou premeditado. É natural”, afirmou. 

Além disso, ele ainda revelou que solicitou o Morumbi para a partida, mas foi comunicado do veto à praça esportiva “meia hora depois” com explicações que não poderia revelar. Ele ainda fez uma revelação: “A gente tem que saber até que ponto pode ir. O São Paulo não vai conseguir ajeitar isso nem agora e nem para o futuro”.

Sem mais artigos