O técnico do Atlético-MG, Vanderlei Luxemburgo, mostrou-se muito contente com o nome escolhido pela CBF para dirigir a Seleção Brasileira de futebol. Após o empate em 0 a 0 com o Avaí, na noite do último sábado, o treinador declarou que a partir de agora todos devem apoiar Mano Menezes, mas faz ressalvas.

“Agora, nós somos todos assistentes técnicos do Mano Menezes. Cabe a nós, agora, trabalhar. O que nós não podemos é deixar de falar nossas opiniões sobre a Seleção. Eu antigamente achava que não deveria falar porque era antiético, mas acho que eu sou um homem do futebol. Qualquer opinião sobre o jogadores que eu tiver, eu posso tecer. Quem vai ter a decisão final é o Mano, mas nós estamos aqui à disposição dele”, disse Luxemburgo.

Técnico do Brasil entre 1998 e 2000, Luxemburgo teve seu nome especulado para substituir Dunga após a Copa do Mundo de 2010. Porém, Muricy Ramalho, que recusou o convite, e Mano Menezes, que deixou o Corinthians, eram as primeiras opções da CBF.

Feliz por Mano Menezes, Luxemburgo oferece apoio ao novo técnico da Seleção

Sem mais artigos