A equipe do Fenerbahçe, da Turquia, fez um pedido pouco comumà Federação Turca de Futebol nesta sexta-feira (26). Envolvido em um processo de investigação por participação em esquema de manipulação de resultados, o clube pediu para ser rebaixado para a segunda divisão.

A “auto-flagelação esportiva” tem explicação: o clube prefere ficar longe dos holofotes durante as investigações e assim evitar um prejuizo ainda maior à sua imagem. Cerca de 30 pessoas, entre jogadores e dirigentes estariam envolvidos na manipulação de 19 partidas, supostamente para favorecer um esquema de apostas ilegais.

Em comunicado, o clube turco explicou que fez um pedido formal entregue à federação pelo vice-presidente, Ali Koc, e por Ali Yildirim, membro do conselho de administração. A resposta deve ser dada até a próxima segunda-feira. 

O clube, que foi expulso da Liga dos Campeões, deve negociar seus principais jogadores, como o zagueiro uruguaio Diego Lugano.

Fenerbahçe pede para jogar segunda divisão

Sem mais artigos