O espanhol David Ferrer não tomou conhecimento do francês Jo-Wilfried Tsonga, venceu duelo disputado nesta sexta-feira (07) por 3 sets a 0, com parciais de 6-1, 7-6(3) e 6-3 e se garantiu na final de Roland Garros contra o compatriota Rafael Nadal.

O número cinco do ranking mundial precisou de apenas duas horas e quatro minutos para despachar o tenista anfitrião, se garantindo pela primeira vez na decisão do torneio realizado em Paris.

Nadal, por sua vez, se classificou para sua oitava final de Roland Garros, em que buscará seu oitavo título, ao vencer duelo de quase cinco horas contra o sérvio Novak Djokovic, que terminou com placar de 3 sets a 2, com parciais de 6-4, 3-6, 6-1, 6-7(3) e 9-7.

Esta será a primeira final espanhola desde 2002, quando Albert Costa derrotou Juan Carlos Ferrero, e é a quarta da história da competição. 

Sem mais artigos