David Ferrer venceu John Isner por 3 sets a 1, parciais de 6-7 (3), 6-3, 6-4 e 6-2), e a Espanha derrotou, neste domingo, os Estados Unidos por 3 a 1 nas semifinais da Taça Davis, disputadas em Gijón.

Com o resultado, a Espanha se classificou pela nona vez para a final da competição, que será disputada de 16 a 18 de novembro. Com isso, nem será necessária a realização do quinto jogo, em que se enfrentariam o espanhol Nicolás Almagro e o americano Sam Querrey.

A partida entre Ferrer e Isner foi decidida em duas horas e 59 minutos. O adversário da Espanha sairá do confronto entre a Argentina e a República Tcheca, que está sendo disputada em Buenos Aires. O duelo está 2 a 1 para os europeus terem vencido nas duplas.

Em qualquer um dos dois casos, a Espanha jogará como visitante. Com a vitória sobre os EUA, a equipe espanhola chegou a 24 vitórias seguidas em casa, aproximando-se do recorde da Itália (28, entre 1949 e 1964).

O conjunto espanhol ganhou cinco vezes a Copa Davis (2000, 2004, 2008, 2009 e 2011).

Sem mais artigos