O Comitê de Ética da Fifa anunciou, nesta quarta-feira, que vai abrir uma investigação contra quatro dirigentes da entidade. Eles são acusados de suborno pelo secretário-geral da Concacaf, Chuck Blazer. 

Entre os alvos estão: o presidente da Concacaf, Jack Warner, e o presidente da Confederação Asiática de Futebol, Mohamed bin Hammam.
Hammam concorre com Joseph Blatter, atual mandatário, à presidência da Fifa nas eleições do próximo dia 1º de junho.

“Em particular, o relato sobre uma reunião especial da União de Futebol do Caribe (CFU), aparentemente organizada em conjunto pelo vice-presidente da Fifa Jack Warner e o membro do Comitê Executivo da Fifa Mohamed bin Hammam, que aconteceu nos dias 10 e 11 de maio de 2011. Esta reunião tinha ligação com a próxima eleição presidencial da Fifa”, destaca a Fifa em comunicado em seu site oficial. 

Os outros dois acusados – Debbie Minguell e Jason Sylveste – são oficiais do CFU.

Fifa abre investigação contra próprios dirigentes

Sem mais artigos