Segundo o jornal A Bola, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) recebeu, nesta quinta-feira, um ultimato da FIFA por conta de uma discordância interna e corre risco de tomar uma suspensão.

Tudo acontece porque, após uma manobra da oposição, os novos estatutos da FPF não foram aprovados por 75% dos votantes, como dispõe o estatuto da entidade máxima do futebol. A chamada Minoria de Bloqueio alega que o texto não está de acordo com o estabelecido pela FIFA e também que a mudança não lhes seria favorável.

Ciente da situação, a FIFA enviou FAX endereçado à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) com um ultimato: ou os novos estatutos são aprovados na íntegra em nova Assembleia Geral marcada para o dia 19 ou o futebol luso estará suspenso e impedido de participar de competições internacionais. Além disso, o documento informa que os artigos questionados estão de acordo com os princípios gerais e os estatutos da FIFA. Ou seja: não há necessidade de novo debate.

“É um apelo ao bom senso e ao sentido de responsabilidade de todos os sócios para que sejam evitados graves prejuízos para o futebol português”, afirmou a FPF no comunicado que convoca a nova assembléia-geral.

Sem mais artigos