O trio brasileiro comandado por Carlos Eugênio Simon foi selecionado pela Comissão de Árbitros da Fifa entre os 19 que seguirão na Copa do Mundo, enquanto o uruguaio Jorge Larrionda e o italiano Roberto Rossetti não continuarão na África do Sul.

Simon e seus auxiliares, Altemir Hausmann e Roberto Braatz, já participaram de duas partidas até agora e não comprometeram. A primeira foi o empate em 1 a 1 entre Inglaterra e Estados Unidos, e a segunda, a vitória da Alemanha por 1 a 0 sobre Gana.

Por outro lado, o trio comandado por Larrionda não validou gol marcado pelo meia inglês Frank Lampard, apesar de a bola ter ultrapassado a linha em aproximadamente 90 centímetros, na derrota da Inglaterra para a Alemanha.

Já o trio italiano concedeu à Argentina, que bateu o México por 3 a 1, um gol em que o atacante Tévez estava impedido.

Os árbitros que seguirão na Copa, divididos por continentes, sãos os seguintes:

América do Sul: Héctor Baldassi (Argentina), Pablo Pozo (Chile), Oscar Ruiz (Colômbia) e CARLOS SIMON (BRASIL).

Europa: Olegário Benquerença (Portugal), Frank De Bleeckere (Bélgica), Viktor Kassai (Hungria), Wolfgang Stark (Alemanha), Alberto Undiano (Espanha) e Howard Webb (Inglaterra).

Oceania: Michael Hester (Nova Zelândia)

Concacaf: Benito Archundia (México), Carlos Batres (Guatemala) e Marco Antonio Rodríguez (México).

África: Jerome Damon (África do Sul) e Eddy Maillet (Seychelles).

Ásia: Khalil Al-Ghamdi (Arábia Saudita), Ravshan Irmatov (Uzbequistão) e Yuichi Nishimura (Japão).

Fifa define os árbitros que seguirão na Copa; Simon continua; Larrionda e Rosetti estão fora

Sem mais artigos