Apontado pelo jornal espanhol ‘Marca’ como um dos três clubes mais ricos do Brasil, o Fluminense é o mais novo interessado em contar com o futebol do meia Kaká, atualmente na reserva do Real Madrid. Segundo informações publicadas pelo periódico na manhã desta quinta-feira (17), a Adidas, empresa de material esportivo que patrocina o jogador e clube carioca, estaria por trás das negociações.

Mesmo em baixa no time espanhol, Kaká segue sendo um ícone mundial do futebol e, para a Adidas, um bom desempenho do jogador atuando no Brasil faria com que ele recuperasse toda sua força internacional.

Apontado pelo ‘Marca’ como um dos empresários mais poderoso do Brasil, Celso Barros, presidente da Unimed, também é citado pelo jornal como uma das armas do tricolor carioca para tentar tirar Kaká do Real Madrid. 

Milan também está de olho

Não é apenas o Fluminense que gostaria de contar com o futebol de Kaká já nesta temporada. O Milan, ex-time do meia, está acompanhando de perto cada passo do jogador. Tanto é verdade que, durante o jantar entre Kaká e Robinho, na noite da última quarta-feira, em Milão, alguns dirigentes do clube rossonero já tentaram um primeiro contato com o brasileiro, que mostrou-se desposto a retornar ao futebol italiano.

“Eu me sacrificar por voltar a vestir a camisa do Milan”, disse Kaká ao canal de TV Sky Sports.

Sem mais artigos